Carrinho de atualização

LojasvgSeu carrinho atualmente está vazio. Você pode visitar a nossa loja e começar a fazer compras.

Carregamento
svg
Aberto
svg0

Lançamento Pabllo Vittar (09/04) e o fim da pirataria no tecnobrega

9 de abril de 20243 min de leitura

O tecnobrega no mainstream: o fim da “pirataria do bem” na música popular?

Uma das maiores representantes do tecnobrega – gênero paraense que mistura referências internacionais como música eletrônica e pop –, Gaby Amarantos começou a carreira dando voz a versões não-oficiais de músicas mundialmente conhecidas. Duas décadas depois, relançou um álbum lembrando sucessos de Bee Gees a Cyndi Lauper, dessa vez autorizados pelos autores das obras que serviram como inspiração, e recebeu o maior reconhecimento da indústria fonográfica, um Grammy, pelo “Melhor Álbum de Raízes em Língua Portuguesa”.

Agora é a vez de uma estrela do pop brasileiro enaltecer a música brega. Em novo álbum, lançado neste 9 de abril, Pabllo Vittar inclui canções como “Pede pra eu ficar”, inédita e com trechos sonoros de “Listen to your heart”, da banda sueca Roxette, e uma parceria com Gaby Amarantos em “Não vou te deixar”, adaptação de “I don’t want to get hurt”, também dos Roxette, gravada anteriormente por Gaby.

“No caso do tecnobrega, as versões não autorizadas acabavam funcionando como forma de disseminação das músicas, aproximavam do público os sucessos de fora. Quando a bolha regional é furada e determinado conteúdo atinge projeção nacional (ou mesmo internacional), o cenário muda. Com todo o reconhecimento, vem também um olhar mais atento com relação à necessária legalização quanto aos direitos autorais. As versões são acessíveis até aos autores, que podem fazer exigências quando liberam os direitos, e ganham um alcance ainda maior com a obra disponível em várias plataformas”, diz a advogada Luciana Minada, sócia do escritório Kasznar Leonardos, com sólida experiência em propriedade intelectual e direito autoral, que completa:

“Artistas de grande projeção certamente devem contar com um processo de clearance para a adoção e identificação de todas as medidas que envolvem não apenas a liberação de conteúdo com os detentores de direitos autorais, mas também a análise de riscos que podem interromper a execução ou veiculação de um projeto ou retirada de uma música, por exemplo, de uma plataforma”, explica.

“Batidão Tropical Vol. 2”, de Pabllo Vittar, estará em todas as plataformas de streaming musical. No primeiro volume do álbum, lançado em 2021, Pabllo também apresentou faixas de clássicos do tecnobrega, forró eletrônico e outros gêneros com uma mistura bem brasileira.

Como você vota?

3 People voted this article. 1 Upvotes - 2 Downvotes.

Fabio Benedicto

Fábio Benedicto é um renomado fotógrafo, jornalista e editor chefe do portal de entretenimento POPITO. Com uma carreira sólida e de sucesso, Fábio se destacou no mundo da comunicação e da arte visual.

svg

O que você acha?

Mostrar comentários / Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Carregamento
svg